Hiperidrose (Sudorese Excessiva):
Conheça as Principais Formas de Tratamento

Hiperidrose significa suor excessivo. É uma doença que afeta cerca de 2% da população e pode se apresentar de duas formas: generalizada (acomete o corpo todo) ou localizada (acomete alguns locais como mãos, pés, axilas, face e couro cabeludo). A hiperidrose generalizada tem como causa mais frequente alterações endocrinológicas como obesidade, diabetes e hipertireoidismo. A hiperidrose localizada, por sua vez, é decorrente da hiperestimulação das glândulas do suor pelo sistema nervoso simpático, que é uma cadeia de nervos localizada no tórax e na região lombar.

O tratamento da hiperidrose é dividido em clínico e cirúrgico. Pacientes com hiperidrose generalizada decorrente do diabetes, hipertireoidismo e obesidade são tratados clinicamente pelo endocrinologista, visando o controle da doença de base. Pacientes com hiperidrose localizada podem ser tratados de forma clínica e cirúrgica.

Figura 1. Hiperidrose palmar
Figura 2. Hiperidrose axilar


O tratamento clínico é realizado preferencialmente com soluções antitranspirantes e toxina botulínica (Botox®). É indicado para as formas leve e moderada da doença e seu efeito é temporário, sendo um paliativo dos sintomas. Das modalidades utilizadas, a toxina botulínica tem os melhores resultados e o efeito dura de 4 a 6 meses.

O tratamento cirúrgico é indicado para os pacientes com a forma severa da doença, ou seja, pacientes que tem prejuízo da qualidade de vida ou que não tiveram boa resposta ao tratamento clínico. A cirurgia mais eficaz e recomendada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica é a simpatectomia torácica por videotoracoscopia (Figura 3) procedimento pouco invasivo com elevada eficácia e excelente resultado estético.

Figura 3. Simpatectomia Torácica por videotoracoscopia

A cirurgia é realizada sob anestesia geral, através de duas pequenas incisões de 0,5cm em cada lado do tórax (Figuras 4 e 5) e dura 1 hora. Como o procedimento é minimamente invasivo, a alta hospitalar é precoce (aproximadamente 12 horas) e a recuperação pós-operatória é rápida. A cirurgia tem como objetivo principal bloquear a cadeia simpática torácica e controlar a hiperestimulação das glândulas do suor nas regiões afetadas.

Figura 4. Incisões no homem
Figura 5. Incisões na mulher

A simpatectomia torácica controla o excesso de suor de forma definitiva em cerca de 90% dos pacientes. O Dr. Flávio Brito é especialista no tratamento da hiperidrose localizada. Suas cirurgias são realizadas em salas inteligentes com equipamentos de alta tecnologia (Figura 6).


Figura 6. Sala cirúrgica inteligente
com equipamentos! de alta tecnologia

Prepare-se para a Cirurgia

Embora cada procedimento cirúrgico possa demandar preparo específico, há pontos comuns que devem ser observados por qualquer paciente que será submetido a uma operação.

Veja Mais

Cuidados no Pós-Cirúrgico

Observar de maneira precisa as orientações médicas é parte determinante para a recuperação pós-cirúrgica. O paciente tem grande responsabilidade no restabelecimento de sua saúde.

Veja Mais