Rinoplastia

A rinoplastia é a cirurgia realizada para correção de imperfeições estéticas no nariz. A cada ano, meio milhão de pessoas procuram um especialista para melhorar sua aparência com este procedimento. Algumas estão insatisfeitas com o nariz com o qual nasceram, outras com a maneira como o envelhecimento o mudou. Há, ainda, aquelas pessoas cuja respiração pode ser um problema, ou uma lesão pode ter distorcido o nariz. Pequenas alterações do nariz podem melhorar significativamente a sua aparência.

A rinoplastia pode melhorar a aparência, a autoconfiança e, sobretudo, a saúde. Tal como acontece com toda cirurgia plástica facial, boa saúde e expectativas realistas são pré-requisitos fundamentais para o sucesso do procedimento.

O objetivo da rinoplastia é melhorar esteticamente o nariz sem criar uma aparência artificial, visando a um resultado harmônico, natural, que se adeque perfeitamente a todo o rosto. Alguns pacientes, por exemplo, têm indicação de aumentar o queixo em conjunto com a rinoplastia para melhorar o equilíbrio das proporções faciais. Geralmente, a cirurgia é realizada sob anestesia local, com sedação endovenosa, ou, em alguns casos, sob anestesia geral.

A Dra. Joana Tavares utiliza uma técnica, chamada de rinoplastia fechada, em que as incisões são feitas dentro do nariz, onde são invisíveis. Determinadas quantidades de osso e cartilagem são, então, removidas ou rearranjadas para proporcionar um nariz remodelado. São utilizadas porções de cartilagem do próprio paciente para reestruturação e modelagem do nariz, técnica conhecida como "rinoplastia estruturada".

Se o paciente possui um desvio de septo (cartilagem e/ou osso causando obstrução no interior do nariz), a septoplastia, ou cirurgia do septo, é simultaneamente realizada. Em alguns casos, uma incisão pode ser feita nas laterais da narina, quando essas são muito largas.

As técnicas mais modernas de rinoplastia permitem uma recuperação muita mais rápida do que as obtidas alguns anos atrás. Os hematomas e o edema (inchaço), que deixavam os pacientes afastados de suas atividades por longos períodos quando se utilizava as técnicas antigas, passaram a ser mínimos e duram menos tempo. Poucos dias após o procedimento, já é possível retomar o trabalho e as atividades físicas normalmente.

Prepare-se para a Cirurgia

Embora cada procedimento cirúrgico possa demandar preparo específico, há pontos comuns que devem ser observados por qualquer paciente que será submetido a uma operação.

Veja Mais

Cuidados no Pós-Cirúrgico

Observar de maneira precisa as orientações médicas é parte determinante para a recuperação pós-cirúrgica. O paciente tem grande responsabilidade no restabelecimento de sua saúde.

Veja Mais